missao

A missionária Valéria Gonçalves, de 24 anos, que descobriu um câncer no ovário durante a gestação, deu à luz o filho Arthur, na manhã desta quarta-feira (24), no Hospital Santa Casa de Vitória. O menino nasceu de cesárea, com 3,260 kg e medindo 47 centímetros. Segundo o hospital, Valéria e o bebê passam bem.

Valéria chegou ao hospital na Vila Rubim, em Vitória, acompanhada da mãe. Por volta de 11h desta quarta-feira (24) a assessoria do Hospital Santa Casa de Vitória informou que a sala de cirurgia já estava preparada para a chegada de Arthur.

O pai de primeira viagem, Geovane Araújo, contou que não pode acompanhar o parto, mas que estava confiante em relação ao nascimento do bebê.

“Não estávamos preocupados, nós tínhamos certeza de que Deus estava no controle, se fazendo presente na vida da Valéria e na dos médicos para fazer um bom parto. Agora é só agradecer a Deus pela vida dele, que vai trazer mais alegria para nossa família”, disse.

O primeiro contato com o filho foi marcado por emoção. “É uma sensação única, realmente o autor da vida estava ali presente. É uma alegria que não tem explicação”, falou o pai.

De acordo com o hospital, Valéria passa bem e está no quarto. Devido ao tratamento contra o câncer, ela não vai poder amamentar o bebê.

Descoberta da doença

Valéria é de Pernambuco e Geovane é capixaba. Os dois estão casados há três anos e moram em Cariacica, região Metropolitana de Vitória.

Geovane contou que a gravidez foi muito esperada e quando souberam do tumor foi um impacto para toda a família.

“Nossa alegria se transformou em tristeza, mas a tristeza logo passou porque os médicos nos orientaram e nos deram confiança de que tudo poderia correr bem”, relatou Geovane.

Antes de descobrir a gravidez, Valéria sentiu um incômodo e peso na barriga. Na primeira consulta o médico disse que se tratava de gravidez e ao fazer a ultrassom um cisto no ovário também foi identificado.

O marido da missionária disse que aos quatro meses, a esposa passou por uma cirurgia para retirar o cisto. Segundo Geovane, a barriga da esposa aparentava mais de oito meses de gestação.

Um exame constatou que o cisto era um câncer e a partir daí, Valéria passou por quatro sessões de quimioterapia.

“Ela se manteve firme e cheia de esperanças. Firme e forte também é nosso filho. Por isso vai se chamar Arthur. Como o rei, ele foi guerreiro desde muito pequenininho”, disse Geovane.

Fonte: G1